Publicador de Conteúdos e Mídias

null A literatura como prevenção ao trabalho infantil é tema de live na terça-feira (16)

O Odisseias Literárias, grupo de bate-papo literário da Justiça do Trabalho da 7ª Região (CE), promoverá, na próxima terça-feira (16), às 19h, um encontro virtual sobre “A literatura infantojuvenil no combate e prevenção às violações de direitos”. O evento faz alusão ao Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, celebrado no dia 12 de junho, e terá como convidadas as escritoras Anna Luiza Calixto e Argentina Castro. A live será transmitida pelo canal do TRT no Youtube.

“Essa edição do Odisseias busca mostrar que a literatura infantojuvenil funciona não apenas como meio de garantir o direito da criança e do jovem de ter acesso à cultura e ao conhecimento, mas também como ferramenta para denunciar realidades e conscientizar os jovens”, afirma Rejane Albuquerque, bibliotecária do TRT.

A realização do evento recebe o apoio da gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do TRT como parte das ações locais para a campanha nacional de combate ao trabalho infantil.

Convidadas

Anna Luiza Calixto é autora de cinco livros discutindo os direitos de crianças e adolescentes (incluindo a cartilha “Pronto ou não, lá vou eu!”), fundadora do projeto social Os Cinco Passos - ferramenta de cidadania itinerante que atua em 14 estados brasileiros levando o Estatuto da Criança e do Adolescente para meio milhão de estudantes -, representante do estado de São Paulo no Comitê Nacional de Adolescentes pela Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Conapeti), palestrante e colunista da Rede Peteca.

Argentina Castro é poeta, contista e cronista. Seus textos contemplam algumas antologias como Relicário, O olho de Lilith, Paginário, Sibilas, Balbúrdia Poética 80 tiros, Laudelinas e, ainda, revistas como Farpas, Berro e Maracajá. É fundadora, gestora, articuladora, mediadora de leitura e produtora da Biblioteca Comunitária Papoco de Ideias. Tem atuado laboralmente nas áreas da Educação e Cultura com crianças, adolescentes e jovens.

Campanha

Com o slogan “Covid-19: agora mais do que nunca, protejam crianças e adolescentes do trabalho infantil”, a campanha nacional está alinhada à iniciativa global proposta pela OIT. O objetivo é conscientizar a sociedade e o Estado sobre a necessidade de maior proteção a essa parcela da população, com o aprimoramento de medidas de prevenção e de combate ao trabalho infantil, em especial diante da vulnerabilidade socioeconômica resultante da crise provocada pelo novo coronavírus.

A campanha nacional contra o trabalho infantil é promovida pela Justiça do Trabalho em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI).

Fonte: TRT da 7ª Região (CE)