Notícias do TST

null Presidente do TST recebe comitiva internacional de juristas

Entre outros assuntos, o ministro Emmanoel Pereira explicou o funcionamento da Justiça do Trabalho

29/06/22 - O presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Emmanoel Pereira, recebeu, na tarde desta quarta-feira (29), a visita de juristas estrangeiros que participaram do “Seminário Internacional Brasil-União Europeia - Intercâmbio de experiências em e-Justice”, promovido pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) na terça-feira (28). A comitiva, formada pelo magistrado Gero Meinen, pelo professor de Legislação Europeia da Universidade de Viena, Erich Schweighofer, pelo juiz auxiliar da Presidência do CNJ, Anderson de Paiva, e pelo diretor do Departamento de Pesquisas Judiciárias do CNJ, Wilfredo Pacheco, está no Brasil há quatro dias. 

O encontro proporcionou um intercâmbio de informações sobre os sistemas judiciários do Brasil, da Alemanha e da Áustria. Durante a visita, o ministro Emmanoel Pereira explicou o funcionamento da Justiça do Trabalho brasileira e destacou a adoção oficial do lema que fortalece a vocação do TST como ‘O Tribunal da Justiça Social’. “A Justiça do Trabalho é o segmento do Judiciário mais próximo dos anseios da população. Portanto, é imprescindível a constante busca por equilíbrio, empatia, diálogo, igualdade, respeito e compreensão, nesse contexto de relacionamento social tão diverso e plural”, disse aos convidados. 

O presidente do TST também falou das prioridades de sua gestão, tais como as políticas de inclusão no âmbito do TST. Ele citou a recente contratação de jovens com síndrome de down para trabalharem no tribunal, fato que impressionou positivamente Gero Meinen. “Na Alemanha, não temos essa percepção tão vívida do que é praticado aqui no TST”, observou o magistrado europeu.

Equilíbrio de gênero

Outro assunto debatido foi o equilíbrio de gênero nos postos mais altos do poder como um todo. Segundo Gero Meinen, tanto Brasil quanto Alemanha convivem com a mesma realidade. “À medida que a carreira evolui na magistratura, há um desequilíbrio de representatividade. Com isso, os homens acabam tendo mais posições nos níveis superiores do que as mulheres. Temos que procurar mitigar isso na medida em que as mulheres representam mais de 50% da sociedade”, afirmou.

Após o bate-papo, o ministro Emmanoel Pereira acompanhou os convidados em um passeio pelos espaços do TST. A comitiva conheceu o jardim suspenso, localizado no sexto andar do bloco B, além do Plenário Arnaldo Lopes Süssekind, no térreo. 

(RT/GS/MF)

Média (0 Votos)

Rodapé - Responsabilidade - SECOM


Conteúdo de Responsabilidade da
SECOM - Secretaria de Comunicação
Email: secom@tst.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907