Notícias do TST

null Ministro conclui correição com recomendações e elogios à produtividade e projetos do TRT-9 (PR)

A campanha Corregedoria Solidária arrecadou 40 toneladas de alimentos no tribunal.

Sessão de leitura da ata da correição no TRT-9 (PR)

Sessão de leitura da ata da correição no TRT-9 (PR)

19/9/2022 - O ministro do TST Guilherme Augusto Caputo Bastos, corregedor-geral da Justiça do Trabalho, concluiu na última sexta-feira, 16, a correição ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 9a Região (TRT-PR), iniciada no dia 12. Na correição, tradicional mecanismo de auto fiscalização do Judiciário, o corregedor e sua equipe analisam as atividades judiciárias do tribunal e a atuação administrativa, com o objetivo de avaliar o funcionamento e a conformidade com todos os normativos, além de indicar caminhos para o aperfeiçoamento da jurisdição.

A ata da correição apontou recomendações e correções de rotas que devem ser implementadas pelo TRT-9 (PR) nos próximos meses, algumas das quais já se encontram em execução. Exemplo de medidas recomendadas pelo ministro e sua equipe é a instalação de catracas de segurança em unidades do tribunal em todo o Estado.

Elogios

Além das recomendações técnicas, o ministro Guilherme Augusto Caputo Bastos destacou a produtividade e soluções criativas desenvolvidas pelo TRT-9 (PR). Segundo o ministro, o tribunal possui a melhor taxa de produtividade na fase de conhecimento entre os tribunais regionais de médio porte. O ministro elogiou, ainda, projetos sociais e soluções tecnológicas criadas pelo Tribunal para o aperfeiçoamento de seus serviços.

“Esse foi um dado que me impressionou muito”, declarou o ministro Caputo Bastos, ao falar sobre a taxa de produtividade na fase de conhecimento. O corregedor-geral também ressaltou a evolução do TRT-PR em relação ao prazo médio do início ao encerramento da fase de execução. “Nessa toada, o Tribunal, seguramente, ocupará brevemente as primeiras colocações entre todos os Regionais”.

O cumprimento das metas nacionais da Justiça do Trabalho foi, igualmente, lembrado com destaque pelo ministro. “Todas elas foram alcançadas. É um dado que quase torna este Tribunal único a esse respeito”, completou.

Solidariedade e Ações Sociais

O empenho do TRT em ações sociais foi lembrado durante a sessão extraordinária. O ministro citou e se disse encantado com o “Programa de Inclusão Digital Roberto Dala Barba”. O programa, que existe desde 2005, conta com magistrados e servidores voluntários que ensinam informática básica e temas sobre cidadania a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade. 

Sugeriu ao tribunal expandir o projeto e, aproveitando a qualificação proporcionada pelas aulas, oferecer a esses adolescentes uma bolsa de aprendizagem no próprio TRT-9 (PR), e interceder, também, junto à advocacia, para darem oportunidade, em seus escritórios, um primeiro emprego as alunas e alunos. “Quero parabenizar aqueles que estão à frente desse trabalho”.

O ministro fez, ainda, uma emocionada menção à campanha “Corregedoria Solidária”, iniciativa da Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho e que foi abraçada pelo TRT-PR. Na quinta-feira, 15, o corregedor-geral fez a entrega simbólica das doações. Até sexta-feira, a campanha já havia ultrapassado a marca de 40 toneladas de alimentos, que serão destinados a organizações atendidas pelo tribunal. “Nós efetivamente mostramos que há esperança. O povo brasileiro é solidário”, declarou.

Encerramento

O corregedor-geral Guilherme Augusto Caputo Bastos encerrou sua apresentação agradecendo à presidente do TRT-PR, desembargadora Ana Carolina Zaina, aos magistrados e servidores do Regional que deram o suporte para a correição e elogiou o empenho de sua equipe.

A desembargadora Ana Carolina Zaina afirmou estar honrada pela presença do corregedor-geral e agradeceu os elogios. Frisou, também, que o tribunal acolherá, “humilde e respeitosamente, as retificações que se fazem necessárias, para que realizemos a missão que constitucionalmente nos é atribuída de pacificar as relações de trabalho”.

Próxima correição 

A Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho realiza a próxima correição ordinária no Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP). A inspeção será realizada de 26 a 30 de setembro.

Confira o calendário das correições ordinárias.

Com informações do TRT da 9ª Região (PR)

Média (0 Votos)

Rodapé - Responsabilidade - SECOM


Conteúdo de Responsabilidade da
SECOM - Secretaria de Comunicação
Email: secom@tst.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907