Ir para o conteúdo

TRT-14 (RO/AC): Ferramentas de controle estatístico são usadas para garantir efetividade da execução na região Norte  - Execução Trabalhista

Semana da Execução 2022 - CSS

 

Aplicações Aninhadas

Executômetro - coluna 1 - 2022

12ª Semana Nacional da Execução Trabalhista 2022 - Valor arrecadado

0

Executômetro - coluna 2 - 2022

Ranking dos Tribunais por Porte - Grande , Médio  e Pequeno

TRT-01
TRT-15
TRT-02
TRT-09
TRT-10
TRT-05
TRT-24
TRT-21
TRT-14

Executômetro - coluna 3 - 2022

Acordos homologados , leilões realizados e pessoas atendidas

15.736
595
287.193

Espaço

 

Vídeo

Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null TRT-14 (RO/AC): Ferramentas de controle estatístico são usadas para garantir efetividade da execução na região Norte 

Os levantamentos visam identificar eventuais erros de lançamentos no PJe que podem impactar negativamente na execução.

15/9/2022 - Organizado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) em parceria com os 24 Tribunais Regionais do Trabalho, a Semana Nacional da Execução Trabalhista 2022 começa na próxima segunda-feira (19). Realizado em todo o país com o objetivo de solucionar o maior número de processos que estão em fase final ou de execução, o evento vai até sexta-feira (23/9)

Nesta semana, que antecede o evento, o CSJT tem publicado uma série de boas práticas promovidas pela Justiça do Trabalho  para garantir a efetividade da execução nas cinco regiões geográficas do país. Depois do Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste, hoje é a vez da região Norte.

Levantamento estatístico

O juiz Vitor Leandro Yamada, do Tribunal Regional da 14ª Região (RO/AC), comenta que, entre as boas práticas adotadas na sua jurisdição, está o incentivo à realização de levantamentos estatísticos para identificar possíveis erros de lançamentos no Processo Judicial Eletrônico (PJe). 

“Investimos na capacitação dos servidores e magistrados no uso das  ferramentas de controle estatístico, como o E-Gestão e o IGest, a fim de identificar eventuais erros de lançamentos no PJe e que pudessem impactar negativamente”.

Confira o depoimento do magistrado, que é um dos gestores nacionais da Comissão Nacional de Efetividade da Execução Trabalhista (CNEET) :

Conheças outras boas práticas da Execução pelo Brasil:

(AM/AJ)