Banner rotativo 33

Executômetro - 2020

0,00
7.514
R$ 340.078.690,61
518
R$ 112.522.677,89
0
R$ 0,00
TRT's de Grande Porte – 1º Lugar: TRT 2ª Região (SP) , 2º Lugar: TRT 15ª Região (Campinas/SP) , 3º Lugar: TRT 1ª Região (RJ) --------- TRT's de Médio Porte – 1º Lugar: TRT 5ª Região (BA) , 2º Lugar: TRT 9ª Região (PR) , 3º Lugar: TRT 10ª Região (DF/TO) --------- TRT's de Pequeno Porte – 1º Lugar: TRT 24ª Região (MS) , 2º Lugar: TRT 21ª Região (RN) , 3º Lugar: TRT 17ª Região (ES)      

Espaço

 

Vídeo

Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null Primeiros acordos em execução envolvendo Associação Portuguesa de Desportos ultrapassam R$ 680 mil

Parte desse montante já foi liberada a antigos empregados, com preferência a dívidas de menor valor.

29/04/2021 - Após a aprovação de plano de liquidação de execuções em face da  Associação Portuguesa de Desportos, ocorrida em janeiro (relembre aqui), o Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) homologou os primeiros acordos envolvendo a agremiação e credores trabalhistas. Assim, no mês de abril foram homologadas 24 conciliações, que juntas totalizam R$ 683.196,75.

Parte desse montante já foi liberada a antigos empregados, dando-se preferência a dívidas de menor valor, o que resultará na quitação e extinção dos créditos trabalhistas típicos dos respectivos processos. Os acordos foram firmados diretamente pelas partes ou em audiências de conciliação presididas pelo magistrado-coordenador do Juízo Auxiliar em Execução do TRT, Carlos Abener de Oliveira Rodrigues Filho.

Por meio do novo plano, aprovado pelo Corregedor Regional, Desembargador Sérgio Pinto Martins, a Portuguesa destina mensalmente à reunião de execuções 30% do seu faturamento, com vistas ao pagamento dos processos trabalhistas reunidos junto ao JAE. Estão contemplados nessa iniciativa cerca de 250 processos que tramitam contra a agremiação na 2ª Região.

Com a previsão de novos aportes, o plano prosseguirá chamando credores que tenham interesse na celebração de acordos, respeitadas as preferências legais relativas a idosos, menores, portadores de doenças graves, assim como a liquidação antecipada de valores menores que R$ 50 mil.

A iniciativa da Justiça do Trabalho para o pagamento unificado de credores é uma forma rápida e eficiente de equacionar o passivo trabalhista da Portuguesa de Desportos, colaborando para que o clube preserve sua estrutura e reequilibre suas contas em um período de tantas dificuldades.

Fonte: TRT da 2ª Região (SP)