Notícias

null Correição é concluída no TRT-6 (PE) e ministro Caputo Bastos exalta desempenho do tribunal

Tribunal passou por correição ordinária de 25 a 29 de março.

2/5/2022 - O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Guilherme Caputo Bastos, apresentou, na sexta-feira (29/4), os resultados da correição ordinária realizada no Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE). Durante a sessão plenária presencial, foi registrado o bom desempenho do TRT-6 diante dos pontos analisados, com destaque para o melhor índice nacional da taxa de congestionamento líquida no 2º Grau, os cursos e excelente aproveitamento dos magistrados junto à Escola Judicial, assim como os números da conciliação e de execução.

Segundo o ministro, é preciso registrar a importância histórica do TRT-6 (PE) para a Justiça do Trabalho e para o jurisdicionado. O ministro também agradeceu pela colaboração de toda a equipe para um levantamento de qualidade.

"Em nosso levantamento, verificamos que o trabalho desempenhado por vocês é digno de orgulho e merece elogios sinceros da Justiça do Trabalho, apenas com poucas recomendações a serem seguidas”, disse. “Encontramos um tribunal alinhado e muito empenhado em manter o bom serviço prestado", comentou.

A presidente do TRT-6 (PE), desembargadora Maria Clara Saboya, demonstrou satisfação com o resultado da atividade correicional. "É muito gratificante ver que os nossos esforços diários alcançaram índices tão positivos, identificados durante o trabalho da Corregedoria-Geral”, disse. “Agora vamos nos empenhar ainda mais para atender às recomendações feitas na ata", falou. 

Conciliação

A adoção de uma política de conciliação cada vez mais presente entre as partes que integram um processo trabalhista também foi elogiado pelo corregedor, uma vez que a taxa de conciliação líquida ficou acima da média nacional. O ministro registrou a importância de iniciativas inovadoras como o "Conciliação a Qualquer Tempo" e o portal "Quero Conciliar", que estimulam as práticas de acordos durante os processos. Os prazos para apreciação das limiares em 2° Grau também ficaram em posição de destaque no levantamento da Corregedoria-Geral.

Escola Judicial

A Escola Judicial do TRT-6 também foi destaque pela vasta diversidade de temas em sua grade, o mestrado que será desenvolvido e oferecido a servidoras, servidores e a magistratura, além do projeto Escola Aberta. O ministro Caputo Bastos se disse impressionado com a qualidade da gestão da instituição, que resulta em uma "escola extraordinária" e muito atrativa para o seu público-alvo. 

Corregedoria Solidária 

O engajamento de todos os envolvidos na ação social idealizada pela Corregedoria-Geral impressionou o ministro. Foram mais de 2 toneladas de alimentos arrecadados e entregues às comunidades Alto da Mina, em Olinda, e Santa Luzia, no Recife.

Saiba mais: Corregedoria Solidária no TRT-6 (PE) arrecada mais de 2 toneladas de alimentos para comunidades 

Confira a sessão de leitura da ata de correição na íntegra.

A próxima correição ordinária será realizada no TRT da 11ª Região (AM/RR), de 9 a 13 de maio. Confira o calendário de correições da gestão do ministro Caputo Bastos.

Com informações do TRT da 6ª Região (PE)

Rodapé de Responsabilidade - CGJT - Corregedoria


Conteúdo de Responsabilidade da CGJT - Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho
Email: secg@tst.jus.br
Telefone Secretaria: (61) 3043-3776 e 3043-4135