Voltar

Trabalho Seguro é o tema de palestra para trabalhadores de obra em Recanto dos Pássaros (MT)

(01/10/2019)

“Pressa, autoconfiança, improviso, falta de atenção”. Estas foram algumas das respostas que os cerca de 90 trabalhadores de construção civil deram ao serem questionados sobre o porquê de os acidentes de trabalho acontecerem. A reflexão sobre o tema foi levada a um canteiro de obras, no bairro Recanto dos Pássaros, na manhã desta segunda-feira (30) pelo Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin 23), presidido pelo Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT).

A ação foi a terceira de uma série de quatro exposições que ocorrerão até outubro em uma parceria com Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil de Cuiabá (Sintraicccm) e a construtora MRV. As orientações sobre prevenção a acidentes foram levadas pelo juiz do trabalho Paulo Nunes, que conversou sobre a importância de utilização dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e as consequências dos acidentes para o trabalhador, para a família, para a empresa e para o governo.

Durante a palestra, o magistrado destacou a importância da atenção durante o expediente e mostrou, ainda, como o a falta dela, o cansaço e o sono podem causar acidentes. “A solução para reduzir os números de acidentes de trabalho é a conscientização de todos. É ter uma maior atenção nas atividades e na utilização dos EPIs. Por isso fazemos esse trabalho de formiguinha para levar informações”, afirmou.

Veja aqui o álbum de fotos.

Parceria

A coordenadora de prevenção e acidente de trabalho da MRV, Sheila Varaschin, comemorou a parceria com o Getrin. “Essas palestras são muito importantes para a MRV. Sabemos que é uma falta de atenção que ocasiona os acidentes de trabalho e essas palestras trazem o conhecimento necessário para alertar os trabalhadores”, avaliou.

Segundo o presidente do Sintraicccm, Joaquim Dias, desde o início das palestras em canteiros de obras, em 2014, os acidentes fatais registrados em Cuiabá e região diminuíram muito. "Para nós, é fundamental a presença da Justiça do Trabalho nos canteiros de obras alertando e ensinando os trabalhadores", afirmou.

Criado em 2012, o Getrin23 tem jurisdição em Mato Grosso e atua vinculado à Rede Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho. Em 2014, o grupo intensificou sua atuação em setores que apresentam grandes índices de acidentes, como o da construção civil.

Fonte: TRT da 23ª Região (MT)