Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null TRT da 2ª Região (SP) faz campanha "Saúde não faz hora extra"

Assunto movimentará redes sociais no tribunal com o objetivo de conscientizar empresas e trabalhadores da importância de cumprir a carga horária corretamente.

No Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) existem hoje, em andamento, 42.616 processos que têm como assunto “adicional de horas extras”. Desses, 3.644 têm como reclamadas as 10 empresas com maior número de ações com o tema: Itaú Unibanco (847 processos), Banco Bradesco (480), Grupo Pão de Açúcar (439), Banco Santander (360) e Casas Bahia/Ponto Frio (357). Em seguida, aparecem Vivo (320), Icomon Tecnologia (297), Carrefour (216), Burger King (166) e McDonald’s (162).

Diante desses números, o TRT 2 dá início à campanha “Saúde não faz hora extra - Jornada de trabalho excessiva: prejuízos para o empregado e também para o empregador”. O objetivo é reduzir a realização de horas extras nas empresas e, em consequência, diminuir também os processos que deram entrada na Justiça do Trabalho em relação a esse assunto. E ainda reduzir os impactos do trabalho extra na saúde física e mental do trabalhador.

Para conscientizar os jurisdicionados, o Tribunal vai trazer quatro temas principais: o impacto econômico das horas extras para o empregador; acidentes de trabalho causados por desgaste físico; prejuízo da qualidade do trabalho causado pela jornada; horas extras x saúde mental - citando doenças como depressão, síndrome de Burnout e também a relação com o assédio moral.

Até o dia 16 de outubro, esses assuntos serão destaque nos principais canais de comunicação do Tribunal, incluindo o portal, Instagram, Facebook, Twitter e LinkedIn. Os temas serão esmiuçados e debatidos em posts, textos, artigos, imagens.

Fonte: TRT da 2ª Região (SP)