Voltar

Getrin6 debate situação dos grupos LGBTI no mercado de trabalho em seminário no Recife

(08/08/2019)

Foi aberto na manhã dessa quarta-feira (7), no Recife (PE), o seminário Projeto de um País Conservador: a invisibilidade de grupos LGBTI+ no mercado de trabalho. Promovido pelo Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin6), o evento foi realizado na Faculdade do Instituto de Desenvolvimento Educacional (IDE), inaugurando uma série de simpósios em torno de grupos em situações relacionadas à violência no trabalho.

O gestor regional do Programa Trabalho Seguro e desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) Fábio André de Farias abriu oficialmente o seminário. Na ocasião, explicou que o intuito do evento é fomentar a discussão sobre a importância do respeito à diversidade e inclusão e de se debaterem medidas de combate às violências vivenciadas por minorias no universo laboral.

Palestras

Na parte da manhã, o público pôde conferir as palestras “Desafios e oportunidades das pessoas LGBTIs no mundo do trabalho”, com Kariana Guérios de Lima , advogada da ONG Gestos que atua em defesa dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/AIDS no estado. Também foi ministrada a palestra “A atuação do Ministério Público na implementação de políticas públicas para garantir o direito ao trabalho e emprego da população LGBTI”, com o promotor de Justiça da 8ª Promotoria de Justiça de Defesa da Cidadania de Recife, Maxwell Lucena Vignoli.

Durante a tarde, a abertura dos trabalhos coube a Patrícia Bleuel Amazonas, mestre em Psicologia e presidente da Comissão de Orientação e Fiscalização do Conselho Regional de Psicologia. Ele trouxe a distinção de conceitos como sexo, gênero e sexualidade. Também esclareceu o que é “diferença” e “desigualdade”. “Diferença é importantíssimo. Desigualdade não. Ser diferente não é doença, não é pecado. Violência sim é doentio”, disse, referindo-se às agressões diárias causadas pelo preconceito.

Em seguida, Robeyoncé Lima, primeira advogada trans de Pernambuco, membro das Comissões de Diversidade Sexual e de Gênero e de Direito de Família da OAB-PE e deputada no mandato da Alepe/Juntas, falou sobre a importância de eventos como o Seminário. “Estamos em um momento de reinvidicação de direitos que estão sendo retirados, inclusive o direito à vida, ameaçado pelo discurso de ódio”, salientou.

Encerrando o dia, Melícia Carvalho Mesel, procuradora do trabalho e coordenadora titular regional da Coordenadoria de Combate à Discriminação no Trabalho, proferiu a palestra  “LGBT e mercado de trabalho: as dificuldades enfrentadas”.

Durante o seminário foi lançada ainda a campanha Diversidade e Inclusão, assinada pelo TRT, com o objetivo de combater a discriminação vivenciada pelas minorias. Ao longo de cinco semanas serão abordados temas sobre diversidade e inclusão.

Na mídia

Comentando sobre a condição do público LGBTI no mercado de trabalho, o desembargador Fábio Farias concedeu entrevistas a respeito da temática ao Jornal Folha de Pernambuco, TV Jornal, TV Clube e Rádio CBN. Nesta quinta-feira (8), o magistrado participa ao vivo do Bom Dia PE, na TV Globo.

Confira aqui entrevista a TV Jornal.

Fonte: TRT da 6ª Região (PE)