Voltar

Congresso sobre Segurança no Trabalho de Portos e Águas começa em Recife

(12/06/2019)

Com um auditório lotado, no salão Cícero Dias, do Mar Hotel, no bairro de Boa Viagem, no Recife (PE), teve início na manhã desta terça-feira (11) o V Congresso Nacional de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário e Aquaviário, que se prolonga até a quinta-feira (13). O evento tem como tema central “O trabalho seguro e saudável num cenário de profundas transformações sociais e econômicas” e é promovido pela Fundacentro (Fundação Jorge Duprat Figueiredo, de Segurança e Medicina do Trabalho), órgão ligado ao Ministério da Economia. Confira aqui a programação.

O presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE), desembargador Valdir Carvalho, compôs a mesa de abertura solene do congresso, também integrada por autoridades de outros órgãos: o auditor fiscal do trabalho, Edson Cantarelli; a presidente da Fundacentro, Marina Brito; o líder do Governo de Pernambuco na Assembleia, deputado Isaltino Nascimento, representando o governador, Paulo Câmara; o vice-prefeito da cidade do Recife, Luciano Siqueira, representando o prefeito, Geraldo Júlio; a diretora de vigilância em saúde do município de Olinda, Aline Leite, representado o prefeito, Professor Lupércio.

Em sua fala, durante a abertura do evento, o desembargador Valdir Carvalho, em nome do TRT da 6ª Região, agradeceu a todos que se empenharam para fazer acontecer o congresso. O presidente do TRT destacou que a organização da programação, que contempla profissionais de variadas formações, oportuniza diferentes perspectivas, o que enriquece o debate. Outro ponto enfatizado pelo desembargador foi o número de acidentes de trabalho ocorridos no Brasil, cenário que ele classificou de desolador, concluindo que é “evidente que são necessárias políticas imediatas e efetivas de prevenção de acidente nas atividades profissionais”. Ao encerrar, o presidente Valdir Carvalho mostrou-se otimista. “Eventos dessa envergadura renovam minhas esperanças em dias melhores”, arrematando com um pensamento de Aristóteles: “A esperança é o sonho do homem acordado”.

Fonte: TRT da 6ª Região (PE)