Publicador de Conteúdos e Mídias

null Jovens e adolescentes se preparam para o mercado de trabalho no Programa de Aprendizagem da 6ª Região (PE)

O novo grupo é formado por estudantes do curso de assistente administrativo da Dom Bosco.

17/11/2021 - O Tribunal Regional do Trabalho da Sexta Região (PE), por meio do Programa de Aprendizagem, conta, hoje, com 15 estudantes desenvolvendo atividades práticas de auxiliar administrativo, além de um aluno que deverá começar no próximo dia 22. Desses/as 16, nove são da última turma, cujo processo de capacitação foi realizado junto à Escola Dom Bosco, parceira do projeto, durante cerca de um mês e dez dias.

O novo grupo é formado por estudantes do curso de assistente administrativo da Dom Bosco. São três jovens, Talita Alves, Midelaide Calábria e Hamilton Cordeiro, e mais seis adolescentes. Além da capacitação, eles/as passaram ainda por uma ambientação promovida pelo Núcleo de Desenvolvimento de Pessoal (NPD), realizada de modo remoto de 18 a 21 de outubro.

No primeiro dia, os jovens e adolescentes foram recepcionados pelo diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas, Henrique Lins, pela chefe do Núcleo de Desenvolvimento Pessoal (NDP) , Andréa Guedes e pela servidora do NDP Luciana Soares de Carvalho, que deram as boas vindas aos/às estudantes. Durante esses dias, os/as jovens e adolescentes tiveram acesso aos aspectos mais importantes do Ato que regulamenta o Programa no TRT (incluindo seus direitos e deveres), além de serem informados/as sobre a missão, a visão e os valores do Regional.

Também na ambientação, foram abordados temas como gerenciamento do estresse, técnicas de mindfulness e reflexões através de vídeos e textos sobre formas adequadas e inadequadas de se portar no novo ambiente de trabalho. Além desses temas, foram feitas reflexões a partir da música “Felicidade”, de Marcelo Jeneci, e ainda foram tratados assuntos tais como “O sonho impulsiona a realidade”, além do trabalho em equipe e valorização dos aspectos positivos dos/das colaboradores/as no ambiente de trabalho.

Ainda puderam assistir a um vídeo sobre cultura organizacional e um outro intitulado  “O Senhor Estagiário” que aborda as relações no trabalho, estilos comportamentais e maturidade emocional. Como facilitadoras, o evento contou com Eliane Remígio, além das servidoras do NDP, acima mencionadas.

Hamilton dos Santos Cordeiro tem 18 anos e faz parte da turma que acaba de ingressar. Ele está no último ano do ensino médio e espera colher frutos da participação no Programa de Aprendizagem do TRT. “É a minha primeira experiência profissional. Acredito que a experiência vai melhorar minhas possibilidades no mercado de trabalho, me dar um currículo. Sei também que depende muito do meu próprio empenho nas atividades aqui”, disse.

Diretora da Secretaria de Auditoria, onde Hamilton foi acolhido, Avany Cavalcanti diz que em pouco tempo ele já “vem demonstrando muito interesse, bem diligente, facilidade de aprendizado, de relacionamento e comunicação.” Ela acredita que o Programa “é uma oportunidade de ensinar não apenas os conhecimentos técnicos, mas também de agregar valor a ele como ser humano, como cidadão.”

Programa de Aprendizagem

A ação começou em 2018 no TRT, com apenas dois aprendizes. O quantitativo de estudantes aumentou, mas o objetivo principal continua o mesmo: proporcionar a formação técnico-profissional voltada para o ingresso no mercado de trabalho de jovens e adolescentes de comunidades carentes ou em situação de vulnerabilidade. Além das atividades no TRT6, os/as participantes cumprem outra etapa do Programa uma vez por semana na Escola Dom Bosco, continuando com seus estudos regulares. O período de contrato é de 16 meses.

Confira a íntegra do Ato 342/2021 sobre o Programa de Aprendizagem.

Fonte: TRT da 6ª Região (PE)