Publicador de Conteúdos e Mídias

null Justiça do Trabalho da 23ª Região (MT) entrega materiais escolares em campanha pela erradicação do trabalho infantil

O kit, confeccionado para a campanha de combate ao trabalho infantil, contém gibis, cartilhas, mochilas e cadernos.

O ano de 2021 começou com um pouco mais de tranquilidade para a dona de casa Luziane Souza, mãe de três crianças de um, cinco e nove anos. Moradora do bairro Carrapicho, em Várzea Grande, ela e seus pequenos foram contemplados com kits de materiais escolares enviados pelo Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (MT), na manhã do dia 19 de dezembro de 2020.

O kit, confeccionado para a campanha de combate ao trabalho infantil, contém gibis, cartilhas, mochilas e cadernos. Os materiais garantiram o sorriso das crianças e fizeram a dona de casa respirar aliviada. “Eu estava realmente sem condições de comprar materiais escolares para as crianças estudarem. Veio em boa hora este presente. Tudo trouxe muita felicidade”, comemorou.

Enquanto a mãe organizava as doações recebidas, a pequena Maria Vitória, de cinco anos, não escondia o sorriso ao manusear os materiais. Ela contou que vai estudar bastante este ano e que gostou muito de receber uma “mochilinha de presente”.

A entrega do material foi realizada em parceria com a ação social da Igreja Batista Nacional do Cristo Rei, na sétima edição do projeto Natal Feliz que, todos os anos, leva doações a um bairro carente da cidade. Além dos materiais escolares enviados pelo TRT, as famílias receberam brinquedos, guloseimas, cobertores e cestas básicas.

O coordenador da ação social, pastor Osvaldo Coutinho, agradeceu a contribuição do Tribunal no projeto e garantiu que toda ajuda gera um impacto positivo na vida das crianças. “As entregas foram feitas para cerca de 120 famílias do bairro Carrapicho, um dos mais pobres da região. Mais do que materiais escolares ou comidas, essa ação leva alegria e esperança para as crianças que vão lembrar, no futuro, que alguém fez algo por elas. Toda ajuda é bem-vinda. É muito bom saber que o Tribunal somou neste projeto”, afirmou.

Segundo o juiz auxiliar da Presidência do TRT Ivan Tessaro, a entrega dos kits foi importante principalmente neste período de pandemia, no qual a população vulnerável tem mais dificuldade em conseguir materiais e ter acesso à informação. “É uma maneira que encontramos de contribuir para que as comunidades mais carentes tenham condições de mitigar os riscos do trabalho infantil”.

A intenção, como destacou o magistrado, é que as crianças aprimorem seus conhecimentos e utilizem o tempo disponível para se prepararem para a vida. “Estudar e brincar é o adequado para esta fase que estão vivendo, para que na idade adulta, já com estudo, possam obter postos mais dignos no mercado de trabalho e evitar que o trabalho infantil seja repetido nas próximas gerações”, destaca.

Entregas

No total, a Justiça do Trabalho em Mato Grosso distribuiu, em dezembro do ano passado, cerca de 620 kits de materiais escolares em Cuiabá e Várzea Grande. As entregadas foram divididas em três etapas. Na primeira e na segunda, foram contempladas casas lares que acolhem crianças em situação de vulnerabilidade social nas duas cidades.

Fonte: TRT da 23ª Região (MT)