Publicador de Conteúdos e Mídias

null Estudantes elaboram redações e desenhos sobre o combate ao trabalho infantil após palestra do Jeia de Bauru (Campinas)

Juizados Especiais da Infância e Adolescência do TRT da 15ª Região têm promovido o debate sobre a importância da educação das crianças e adolescentes para uma vida digna

15/10/2021 - Considerando o delicado cenário de pandemia ocasionado pela Covid-19 e que o ano de 2021 foi declarado, pela Assembleia Geral das Nações Unidas, o Ano Internacional para a Eliminação do Trabalho Infantil, os Juizados Especiais da Infância e Adolescência do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região têm promovido o debate sobre a importância da educação das crianças e adolescentes para uma vida digna, combatendo a exploração do trabalho infantil e a evasão escolar.

Na última quarta-feira, dia 13/10, foi a vez de os alunos da Escola Estadual “Professora Maria Eunice Borges de Miranda Reis”, situada no Parque Jaraguá de Bauru, ouvirem a palestra sobre combate ao trabalho infantil e estímulo à aprendizagem, como parte do evento cultural organizado pela professora Sebastiana de Fátima Gomes. Cerca de 350 alunos, funcionários e professores da escola estadual receberam a visita do desembargador Edmundo Fraga Lopes, da coordenadora do Jeia local, juíza Ana Cláudia Pires Ferreira de Lima e do professor Vanderlei Ferreira de Lima e seus alunos do projeto de extensão universitária do Centro Universitário de Bauru – ITE, “Fazer o Bem é Legal”, que falaram sobre suas trajetórias pessoais e profissionais, demonstrando que a educação é um importante instrumento de transformação social.

Foram distribuídas aos alunos máscaras de proteção da Campanha de Combate ao Trabalho Infantil e também a revista “O Futuro está na Escola”, elaborada pelo TRT-15 em parceria com o MPT e o Santuário Nacional de Aparecida, que traz orientações para os adolescentes sobre temas como acessibilidade, combate ao assédio moral e sexual, ao trabalho infantil e ao trabalho escravo, prevenção de acidentes, técnicas de estudo, estágio, contrato de aprendizagem e dicas para organização pessoal e estabelecimento de objetivos para o futuro.

Após a palestra, os alunos participaram de um campeonato de desenho com o tema: “A educação é a melhor arma contra a exploração infantil”. Para a professora Sebastiana Gomes, essas atividades auxiliam os estudantes na elaboração de seus projetos de vida, demonstrando que com dedicação é possível alcançarem seus sonhos.

Atividade semelhante foi realizada em setembro para alunos do 3º ano do Colégio Objetivo de Potirendaba. A juíza Ana Cláudia ministrou palestra telepresencial sobre o impacto das novas tecnologias no futuro do trabalho e a importância do combate ao trabalho infantil e estímulo à aprendizagem. O estudo e a realização de redação sobre o tema foi programado pela professora Evanilda Ferreira Pincelli, com o objetivo de apresentar temas atuais e relevantes aos seus alunos, para que sejam multiplicadores das ações de combate ao trabalho infantil e que conheçam a importância da educação para a construção de uma vida mais digna e inclusiva às crianças, adolescentes e jovens.

Fonte: TRT da 15ª Região (Campinas)