Ir para o conteúdo

Enem 2018: Atendimento especializado deve ser solicitado na inscrição - NAI - Núcleo de Acessibilidade e Inclusão

Página Principal - Banner Superior

Página Principal - Título das Notícias em Destaque

Notícias em Destaque                                                Na Mídia                          Vídeos

Aplicações Aninhadas

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

Pagina Principal - Notícias em Destaque- Ver Todas

Ver todas       

Publicador de Conteúdos e Mídias

Podcast "Trabalho em Pauta" discute o mercado de trabalho para pessoas com deficiência

Novo arquivo já está disponível nas principais plataformas de streaming

Aplicações Aninhadas

Publicador de Conteúdos e Mídias

Pagina Principal - Na Mídia - Ver Todas

Ver todas      

Publicador de Conteúdos e Mídias

Confira a playlist de vídeos Direito em Libras















A série "Direito em Libras" traz um glossário jurídico na Língua Brasileira de Sinais. Termos como “ação”, “recurso”,...

Pagina Principal - Vídeos - Ver Todas

Ver todas      

Aplicações Aninhadas

Dicas

null Enem 2018: Atendimento especializado deve ser solicitado na inscrição

Estudantes que precisam de atendimento especial durante as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) devem fazer a solicitação no momento da inscrição. Segundo o Ministério da Educação, o pedido deve ser comprovado com laudo médico.

As inscrições no Enem 2018 seguem até 18 de maio, que também é o prazo para realizar alterações na solicitação. No caso daqueles que desejam ser atendidos pelo nome social, o pedido pode ser feito entre 28 de maio e 3 de junho. Saiba quem pode fazer os pedidos e quais são os auxílios oferecidos:

Atendimento especializado - São beneficiados, neste caso, os inscritos com baixa visão, cegueira, deficiência auditiva, física e/ou intelectual, déficit de atenção, discalculia, dislexia, surdez, surdocegueira e visão monocular. Aqueles com deficiências visuais podem levar material próprio, que será fiscalizado pelos aplicadores, como máquina Perkins, canetas de ponta grossa e lupa.

Caso solicitem o atendimento especializado, esses estudantes têm acesso a prova em braille, com letra ampliada ou superampliada, tradutor-intérprete ou videoprova em Libras, guia-intérprete, ledor, transcritor, entre outros. Por meio da solicitação e apresentação de parecer aprovado, também é possível solicitar tempo extra de 60 minutos em cada dia.

Atendimento específico - O Enem oferece auxílio para que gestantes, idosos, lactantes, estudantes em classe hospitalar e em outras situações realizem a prova da maneira mais cômoda. Os inscritos que solicitarem atendimento específico terão direito a salas de fácil acesso, mesas e cadeiras sem braços e apoio para perna e pés, por exemplo. Mães que desejam amamentar os filhos durante as provas devem levar acompanhante adulto que cuide das crianças em uma sala reservada.

Já aqueles que estudam enquanto estão internados devem entregar na inscrição, em formato  PDF, PNG ou JPG de até 2MB, declaração do hospital garantindo que há local adequado para a aplicação, com nome completo do participante e CPF; diagnóstico com descrição; nome e o endereço completo do hospital; assinatura e identificação do médico e/ou profissional responsável. Para mais informações, consulte a página do Enem, na seção Antes da Prova.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do Ministério da Educação e Agência Brasil

Pagina Principal - Dicas - Ver Todas

Ver todas       

Mural da Inclusão

Rodapé das Páginas do NAI

 

Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI)

acessibilidade@tst.jus.br

3043-4172  /  3043-3384

Bloco A - Sala 245