Notícias Internas Notícias Internas

Voltar

Restaurante do TST terá melhorias no atendimento e acessibilidade

Que tal a surpresa de chegar ao restaurante e se deparar com um prato especial que não estava previsto no cardápio? Essa é uma das propostas de melhoria apresentadas por servidores da Assessoria de Relacionamento de TI (ARTI), da Divisão de Apoio Administrativo (DIAA) e do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NACIN) à empresa que administra o restaurante do Tribunal e que já estão sendo implementadas. Outra novidade é a disponibilização gratuita aos usuários de água filtrada, elas ficam em jarras no balcão, ao lado dos sucos.

Melhorias na área de acessibilidade a pessoas com deficiência também já estãosendo implementadas no restaurante. Uma delas é a instalação de uma campainha na entrada do restaurante para os deficientes que desejaram ser acompanhados por um funcionário, que auxiliará a servir o prato. Houve ainda ajustes na disposição das mesas e cadeiras para ampliar o espaço para a passagem de cadeiras de rodas. Os sucos, água e copos descartáveis também foram disponibilizados em altura de fácil acesso aos cadeirantes.

A ideia de apresentar propostas de melhorias ao restaurante partiu de uma oficina de Design Thinking oferecida pela Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas (CDEP), no final de 2016, a servidores de diversas áreas do Tribunal. Apesar de o objetivo do curso ter sido a aprendizagem de técnicas de design thinking, diante da riqueza dos debates, a turma julgou interessante levar algumas sugestões relacionadas ao restaurante aos fiscais do contrato.

Sugira melhorias também

Agora não é mais necessário aguardar a pesquisa anual de satisfação para sugerir melhorias. Basta oferecer ideias e colocar na caixa de sugestões disponível no balcão do restaurante. A servidora Yoshimi Guerra, da ARTI, explica que o objetivo é propor melhorias que beneficiarão todos os servidores. “E temos que agradecer a receptividade e o acolhimento da empresa prestadora de serviço do restaurante na aplicação das mudanças sugeridas”, completa Yoshimi.

(Loester/TG Fotos: Fellipe Sampaio)


Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NAI)

acessibilidade@tst.jus.br

3043-4172  /  3043-3384

Bloco A - Sala 245