Notícias Internas Notícias Internas

Voltar

Comitê de Acessibilidade faz balanço positivo de 2017

 

 

O Comitê Permanente de Acessibilidade e Inclusão do Tribunal Superior do Trabalho encerra 2017 com balanço positivo de ações em prol das pessoas com deficiência que trabalham ou visitam o tribunal. Os integrantes do comitê participaram de reunião na última terça-feira (05/12), conduzida pelo ministro Alberto Bresciani, que preside os trabalhos.

Após sugestão do comitê, a Presidência do TST determinou a realização de adaptações no mobiliário existente no Tribunal para facilitar a interação com pessoas com deficiência. Recentemente, também foi corrigido desnível existente no piso do bloco C, de modo a facilitar o acesso de cadeirantes.

Ao longo do ano, outras melhorias na estrutura da Corte foram concluídas, como a instalação de barras nos sanitários para pessoas com deficiência e a adequação da luminosidade nos elevadores para pessoas com visão reduzida. Também foram criados novos meios de divulgação, como vídeo de conscientização e o site do Núcleo de Acessibilidade e Inclusão (NACIN).

Em 2018, estão programadas diversas ações, incluindo o lançamento de uma cartilha sobre como interagir com pessoas com deficiência. O Tribunal também deverá instalar em seus sites na internet e na intranet solução capaz de traduzir textos do português para LIBRAS e de converter português escrito para voz falada, entre outros projetos.

Para o ministro Alberto Bresciani, o ano que se encerra foi bastante produtivo e o engajamento da equipe que compõe o comitê evidencia que 2018 também será de muitas realizações. “Ficamos todos muito felizes em ter concretizado tantas melhorias em 2017. Esperamos no ano que vem intensificar as ações, sempre com o objetivo de tornar o TST cada vez mais inclusivo”, afirmou.