Outras Notícias Outras Notícias

Voltar

Vasco é condenado a pagar multa de 40% do FGTS a jogador

 

(Sex, 29 Nov 2019) (01:07) A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou o Clube de Regatas Vasco da Gama a integrar as parcelas conhecidas como “luvas” e “bicho” aos salários do jogador Wendel Geraldo Maurício e Silva e a pagar multa de 40% do FGTS. O clube atrasou salários, férias, 13º e FGTS do atleta por mais de três meses entre 2013 e 2014.

(00:13) Na Primeira Turma, os ministros consideraram improcedentes as pretensões de um vigilante do Hotel Nacional, de Brasília (DF), ao recebimento de diferenças salariais relativas às normas coletivas específicas da categoria. Apesar de o empregado integrar categoria profissional diferenciada, a Turma concluiu que não é possível o deferimento de vantagens previstas em instrumento coletivo do qual a empresa não tenha participado.

(04:16) Em decisão unânime, a Oitava Turma confirmou o direito ao adicional de insalubridade em grau máximo a camareiras de um hotel em Natal (RN). A decisão considerou a atividade das profissionais, que limpam quartos e banheiros.

(05:30) Na Segunda Turma, a Fast Shop foi condenada a pagar adicional de horas extras sobre a sétima e a oitava horas de trabalho de um operador de telemarketing. A Turma aplicou jurisprudência do TST de que o trabalhador de televendas tem direito à jornada reduzida dos telefonistas, de seis horas.

 

O "#QueroPost" é um quadro do programa Revista TST, produzido pelo TST e exibido pela TV Justiça às sextas-feiras, às 19h30, com reprises aos sábados, às 07h, domingo às 04h30, segunda às 7h, terça às 6h e quarta às 7h. Todas as edições também podem ser assistidas pelo canal do TST no Youtube: www.youtube.com/tst.
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Rádio e TV
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4264
crtv@tst.jus.br



Conteúdo de Responsabilidade da SECOM  Secretaria de Comunicação Social

Email: secom@tst.jus.br

Telefone: (61) 3043-4907