Outras Notícias Outras Notícias

Voltar

Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília faz encontro anual no TST

10.03.2015 - O câncer de mama é a maior causa de morte entre mulheres no Brasil. A cada ano, 10 mil pacientes morrem vítimas da doença. Os dados, do Instituto Nacional de Câncer (Inca), foram divulgados pela Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília, que realizou esta semana o encontro anual do grupo, na sede do TST. Cerca de 150 voluntárias receberam capacitação para atuar no projeto, criado há 19 anos.

Para Maria Thereza Falcão, fundadora e presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Brasília, é a oportunidade para a voluntária decidir que tipo de atividade quer desenvolver. "Ela vai ver em que local vai se sentir melhor: na distribuição de cestas básicas, trabalhos manuais, confecção de perucas e próteses mamárias. Apresentamos a essa voluntária muitas oportunidades", explica.

Durante o encontro, as voluntárias tiveram a oportunidade de conversar com a ex-jogadora de vôlei, medalhista olímpica, e agora secretária de esportes do Distrito Federal, Leila Barros. ela falou sobre os principais desafios enfrentados na carreira de atleta, e se emocionou ao revelar um drama pessoal: Leila perdeu a mãe há dez anos, vítima de câncer de mama.

"Eu tinha que vir aqui pessoalmente para agradecê-los. Nós vivemos aquilo 10 anos atrás. A Medicina avançou. Mas nenhuma medicina do mundo é capaz de suprir o carinho e o aconchego que, para essas pessoas, é muito importante nesse momento. A doença muitas vezes avança, pula estágios e sem o suporte emocional dessas pessoas seria difícil", destaca a ex-atleta. 

 




Conteúdo de Responsabilidade da SECOM  Secretaria de Comunicação Social

Email: secom@tst.jus.br

Telefone: (61) 3043-4907