Imagem - Parceiro da Rádio TST

Quer exibir nosso conteúdo em sua emissora de forma gratuita? Entre em contato e seja um parceiro da Rádio TST.

Coordenadoria de Rádio e TV
E-mail: crtv@tst.jus.br
Telefone: (61) 3043-4264

Banner - Rádio TST

Banner rádio


Outras Notícias

null Boato ou Fato?: Estabilidade da gestante
                         Baixe o áudio
      

(Seg, 10 Fev 2020 15:40:00)

Hoje é dia de estreia no Trabalho e Justiça. Você se lembra da brincadeira telefone sem fio? Nela, crianças posicionadas lado a lado tentam reproduzir uma frase inicial de forma correta. Mas... Durante o caminho, a mensagem, eventualmente, é transmitida de forma errada e o que era falso pode se tornar verdadeiro. Em determinadas situações, a brincadeira ocorre também no cotidiano. Isso, devido ao compartilhamento de fake news. No quadro Boato ou Fato vamos esclarecer mitos e verdades relativos ao Direito do Trabalho.

Leia abaixo a transcrição do roteiro:

- Que sono tranquilo o seu bebê tem! Nessa idade a gente não tem muita preocupação, né? Eles dormem praticamente o tempo todo... 

- Pois é... com isso eu não me preocupo tanto. Mas sabe o que tá me tirando o sono? Além do neném, é claro... (risos) Passei a gravidez toda com medo de ser demitida e isso não aconteceu. Mas na semana que vem eu volto a trabalhar. O pessoal lá da empresa comentou que eles estão só esperando eu voltar para me mandar embora...

- Mulher! Não precisa se preocupar, ouvi dizer que tem um negócio de estabilidade provisória e eles não podem fazer isso não.

- Sério? Durante quanto tempo, hein?

- Olha... aí eu já não sei...

APRESENTADOR - Mas eu sei! A estabilidade provisória da gestante é fato! De acordo com o artigo 10 do Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, é vedada a dispensa arbitrária ou sem justa causa da empregada gestante, desde a confirmação da gravidez até cinco meses após o parto. Ou seja, se a empregada cometer alguma falta grave, ela perde a estabilidade prevista em lei e pode ser demitida.

Ah! A regra também é válida para empregadas contratadas por prazo determinado.


Roteiro: Mariana Mendes
Apresentador: Anderson Conrado 

 
O programa Trabalho e Justiça vai ao ar na Rádio Justiça de segunda a sexta, às 11h50.
 
Trabalho e Justiça 
Rádio Justiça - Brasília – 104,7 FM
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Coordenadoria de Rádio e TV
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4264
crtv@tst.jus.br