Notícias do TST

null Comissão vai apurar fatos relacionados a desembargador do TRT da 1º Região alvo de busca e apreensão

A instituição da comissão foi determinada pela Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho 

Fachada principal do edifício-sede do TST

Fachada principal do edifício-sede do TST

11/09/20 - O corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga, determinou, nesta sexta-feira (11), a instituição de comissão de sindicância para acompanhamento e apuração dos fatos relativos ao pedido de providências que, no âmbito do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (RJ), averigua os fatos noticiados pela imprensa sobre a operação de busca e apreensão na residência e no gabinete do desembargador Marcos Pinto da Cruz. 

A composição da comissão será definida em portaria própria. A decisão determina, ainda, a juntada dos documentos referentes à denúncia e a inclusão do desembargador do TRT da 1ª Região (RJ) Fernando Antônio Zorzenon da Silva, também acusado de envolvimento, segundo notícia veiculada pelo jornal O Estado de S. Paulo.  No pedido de providências, informações sobre os fatos narrados pela imprensa deverão ser esclarecidas.  

Encaminhamento 

O TRT da 1º Região (RJ) em ofício encaminhado à Corregedoria-Geral, informou a abertura de procedimento administrativo interno e a instauração de duas comissões distintas, para apurar as condutas dos dois desembargadores. 

Leia mais:

28/8/2020 - Corregedoria-Geral da JT vai apurar conduta de desembargador do TRT da 1ª Região (RJ)

(VC/CF)

Média (0 Votos)