Notícias do TST Notícias do TST

Voltar

Petrobras aceita retroagir proposta em caso de aprovação em assembleias



(Sex, 04 Out 2019 16:40:00)

A retroação prevista na proposta do TST será aceita desde que o acordo seja assinado até 23/10.

04/10/19 - Em manifestação encaminhada nesta sexta-feira (4) à Vice-Presidência do Tribunal Superior do Trabalho, a Petróleo Brasileiro S. A. informou que, em nome da boa-fé negocial, concorda com a retroação da proposta apresentada pelo ministro Renato de Lacerda Paiva em 19/9 desde que seja aprovada pela categoria e desde que o acordo seja assinado até 23/10. A empresa concordou ainda com a liberação dos dirigentes sindicais.

Na quinta-feira (3), a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP) haviam informado ao vice-presidente que levarão a proposta às assembleias, que devem ser convocadas até 22/10.

No documento encaminhado hoje, a Petrobras, em resposta a consulta do vice-presidente, disse não ser possível uma nova prorrogação da vigência do acordo anterior e reiterou que cumprirá o rito definido na mediação pré-processual de se manifestar acerca da proposta após a resposta das entidades sindicais.

Leia a íntegra da proposta

(CF/GVP)

Leia mais:

3/10/2019 - Petrobras: federações informam que farão assembleias para analisar proposta do TST

 

Inscrição no Canal Youtube do TST

Média (0 Votos)



Conteúdo de Responsabilidade da SECOM  Secretaria de Comunicação Social

Email: secom@tst.jus.br

Telefone: (61) 3043-4907