Notícias do TST

null TST sedia congresso da Rede Feminina de Combate ao Câncer


 

(Qui, 8 Nov 2012, 09:36)

Ao abrir, nesta quarta-feira (7/11), o 9º Congresso da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC), que está sendo realizado na sede do TST, o presidente ministro João Oreste Dalazen destacou que o Tribunal no último mês integrou o movimento mundial Outubro Rosa, que simboliza a luta contra o câncer de mama e estimula a mobilização da sociedade, empresas e entidades. Para ele, aderir ao movimento e sediar o congresso são oportunidades para focalizar, com especial atenção, a mulher trabalhadora que, quando afastada em razão da doença, "provoca uma enorme onda de consequências". Mas o Direito garante a sua proteção, afirmou o presidente.

"O Direito que aplicamos, em alguma medida, trata desse tema, buscando proteger a relação de trabalho nos casos de acometimento de doenças". O ministro lembrou que o TST aprovou recentemente duas súmulas que buscam dar maior proteção aos trabalhadores vitimados por doenças. E destacou que no combate ao câncer "informação e prevenção exibem-se ferramentas fundamentais".

O presidente estimulou os participantes a se manterem no combate. "A missão que os convoca para este 9º Congresso é essencial e indispensável. Combater, com todas as armas, essa triste moléstia que invade o século XXI, ainda provocando a ciência humana, importa demais à sociedade e, por consequência, ao mundo do trabalho", assinalou.

Saudações

Ao fazer a saudação de abertura, a presidente da Rede Feminina Nacional de Combate ao Câncer, Maria Thereza Simões Falcão (foto), agradeceu pelo apoio incondicional que o TST tem dado à entidade, desde a fundação de sua sede no Distrito Federal, em 1996. Destacou que, com a realização do Congresso, se avalia o alcance do trabalho da Rede e da atuação do poder público na elaboração de políticas sociais que minimizem as mazelas da doença.

"No plenário da casa maior da Justiça do Trabalho do país, perante autoridades dos três poderes da República, apelo para que as trabalhadoras brasileiras recebam maior proteção no momento difícil em que entram na luta contra o câncer", conclamou.

O secretário de Saúde do Distrito Federal, Rafael de Aguiar Barbosa, destacou o envolvimento do DF com a Rede, que data ainda do início do trabalho no Hospital de Base de Brasília. "Desde então, o grande desafio do gestor de saúde é a questão da humanização hospitalar, e esse tema passa necessariamente pela atuação voluntária de pessoas como as que trabalham junto à Rede", afirmou.

Conferência

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Ayres Britto, fez a conferência de abertura do congresso, e ponderou sobre o tratamento conferido às mulheres pela Constituição Federal. "Ali a mulher é bem tratada. A Carta reconhece que historicamente, as mulheres, no mundo inteiro, têm sido vítimas de um tratamento discriminatório, e por isso procura compensar as desvantagens por elas experimentadas".

Rememorou questões enfrentadas pelo STF como a pesquisa com células tronco, o aborto de fetos anencéfalos e a Lei Maria da Penha, que, conforme expressou, "trouxeram maior compreensão sobre o universo feminino".

A RFCC

A Rede Feminina de Combate ao Câncer é uma associação civil sem fins lucrativos, que tem por objetivo prestar assistência gratuita aos pacientes carentes portadores de câncer, oferecer serviços gratuitos e permanentes aos usuários da assistência social, de forma diária e sistemática, e promover campanhas de conscientização e prevenção contra a doença.

(Viviane Gomes e Demétrius Crispim / RA)

Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
imprensa@tst.jus.br
Inscrição no Canal Youtube do TST

Média (0 Votos)

Rodapé - Responsabilidade - SECOM


Conteúdo de Responsabilidade da
SECOM - Secretaria de Comunicação
Email: secom@tst.jus.br
Telefone: (61) 3043-4907