Notícias do TST

null TST firma parceria com Senai para qualificação de colaboradores terceirizados


(Qua, 12 Set 2012, 15:52)

No dia 8 de setembro, a Escola Solidária do TST, responsável por cursos direcionados aos trabalhadores terceirizados do Tribunal, completou dois anos de atividades e ganhou mais um motivo para comemorar. O "presente" foi o termo de parceria firmado pelo presidente do TST, ministro João Oreste Dalazen, com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), que tem por finalidade conjugar esforços para a otimização de recursos no desenvolvimento das ações de responsabilidade social do Tribunal.

O termo, entregue durante reunião com o diretor-geral da Secretaria, Gustavo Caribé, dia 3 de setembro, busca impulsionar as atividades já desenvolvidas pela Escola Solidária - como os cursos de alfabetização, automação, inglês, iniciação à elétrica, formação básica (da 1ª a 4ª série do ensino fundamental), português (gramática e redação) e supletivo a distância. A Escola, que recebia suporte apenas de qualificação - com aulas, material didático e professores do Centro de Ensino Supletivo Asa Sul (Cesas), irá agora certificar os trabalhadores e formar profissionais especializados.

A novidade agrada ao eletricista Edilson Brito, terceirizado do TST. Com 42 anos, 14 deles voltados ao trabalho no Tribunal, o funcionário da Conbrás fica feliz em saber que terá a chance de receber certificado de formação dos cursos que participar e, consequentemente, maior valorização do trabalho. "Hoje em dia, sem certificado não adianta. Você pode até saber trabalhar, mas precisa de algo que comprove isso. Tudo que vier para contribuir com meu crescimento, eu recebo de braços abertos. É minha chance de crescer", comemorou Edilson, que é recém-ingresso na Escola Solidária.

Benefícios

Inicialmente, a parceria com o Senai beneficiará os terceirizados que já participam da Escola. A empresa realizará acompanhamento pedagógico e certificação dos cursos técnicos já oferecidos pelo TST e aplicará provas práticas de acordo com as atividades dos terceirizados, dando a possibilidade de certificar o profissional e validar o que já realizam na prática. A Seção de Qualidade de Vida e Cidadania, vinculada à Coordenadoria de Desenvolvimento de Pessoas (CDEP), é responsável pela intermediação entre terceirizado e Senai, por meio do acompanhamento dos cursos e do agendamento das provas.

De acordo com o gerente de formação profissional do Senai-DF, Cláudio Tavares Carvalho, "é a primeira vez que a empresa firma uma parceria com esse modelo". Tendo conquistado o direito à certificação, a equipe da Escola sonha com  a possibilidade de serem oferecidos cursos pelo Senai utilizando-se uma unidade móvel nas dependências do TST, para que os funcionários terceirizados tenham a opção de fazer os cursos também após o horário de trabalho. Atualmente, os terceirizados possuem apenas o horário de almoço para ir aos cursos, ministrados por servidores ativos e inativos do TST, e por familiares que atuam como voluntários.

Resultados imediatos da parceria Senai-TST:

- Certificação dos cursos de eletricista e automação, oferecidos por servidores públicos voluntários do TST;

- Certificação profissional – processo de reconhecimento formal das competências que o trabalhador possui, independentemente da forma como foram adquiridas; comprovação de que o trabalhador possui a qualificação necessária para o exercício profissional em determinado campo de atividade.

- Educação a distância e utilização dos laboratórios de informática do TST, considerando que o Senai possui um leque de cursos.

(Jônathas Oliveira-Estagiário/MC)

Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
imprensa@tst.jus.br
Inscrição no Canal Youtube do TST

Média (0 Votos)