Notícias do TST

null TST e setor aéreo acertam agenda de negociações para evitar greve e demissões no fim de ano


Em audiência de mediação entre os representantes das empresas aéreas e dos empregados, na sexta-feira (4), o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro Ives Gandra Martins Filho, fez um apelo para que não haja demissões no setor devido à crise econômica e para que a categoria também evite paralisações durante o final de ano, época de grande fluxo de voos. Também na audiência, ficou acertada uma agenda de negociações entre as partes, com reuniões previstas para os dias 10 e 17 deste mês e 14 de janeiro de 2016, finalizando com outra audiência de mediação no dia 22 de janeiro no TST.

A audiência da sexta-feira foi solicitada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e pelo Sindicato Nacional das Empresas Aeroviárias (Snea). No entanto, como não foi apresentada nenhuma proposta de acordo, e como a solicitação da audiência foi uma iniciativa unilateral, sem a participação dos representantes da categoria profissional, o ministro achou por bem estabelecer uma agenda para o início das negociações, e fez o apelo para não haver demissões ou greve, na qual a população seria a mais prejudicada.

Representaram os empregados na audiência a Federação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aéreos (FNTTA) e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Viação Civil (Fentac).

(Augusto Fontenele/CF. Foto: Aldo Dias)

Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
secom@tst.jus.br
Inscrição no Canal Youtube do TST

Média (0 Votos)