Notícias do TST

null Trabalho infantil se combate com educação, diz Cristovam Buarque

Investir na educação é a melhor forma de combate ao trabalho infantil. Essa é a avaliação do senador Cristovam Buarque (PDT/DF), que participou do painel de encerramento do Seminário Trabalho Infantil – Realidade e Perspectivas. "Para mim, trabalho infantil é criança fora da escola. É a educação que tira a criança da escravidão que é o analfabetismo, em todos os seus graus", declarou.

De acordo com o senador, o trabalho infantil, no sentido da "não escola", é um dos empecilhos para o crescimento do País. A solução seria investir na qualidade das escolas e criar, no âmbito do governo federal, a Secretaria da Criança e do Adolescente. "Hoje se a presidente ler uma denúncia sobre trabalho infantil no jornal, ela não tem nem a quem cobrar a responsabilidade. Não tem um responsável específico. Isso é um problema", explicou. 

O seminário foi aberto na noite da última quarta-feira (8/10) e contou com palestrantes internacionais e nacionais, que trouxeram exemplos de boas práticas de combate ao trabalho infantil. Nos dois dias de evento, estiveram presentes mais de 600 participantes.

Na opinião do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e coordenador da Comissão de Erradicação do Trabalho Infantil e de Proteção ao Trabalho Decente do Adolescente do TST e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, Lelio Bentes Corrêa, o trabalho infantil ainda é um problema grave, que precisa ser erradicado. Neste sentido, a prova do sucesso do Seminário é a conscientização e o compromisso obtido com vários juízes e desembargadores no sentido de buscar soluções para erradicar o problema. 

Confira no Flickr a galeria de imagens do seminário.

(Paula Andrade/RR-Imagem: Najara Araújo)

Média (0 Votos)