Notícias do TST

null ECT e empregados analisam proposta de implantação de entrega matutina


Em audiência de conciliação em dissídio coletivo realizada nesta quinta-feira (26) no Tribunal Superior do Trabalho, representantes dos empregados da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) analisaram proposta de cronograma para a implantação do sistema de entrega matutina de correspondências apresentada pela empresa.

De forma geral, os representantes consideraram um avanço a proposta da ECT, mas cobraram um pouco mais de rapidez. Atualmente, o sistema só está implantado em 225 dos 940 Centros de Distribuição Domiciliar (CDD). A empresa informou, no entanto, que a sua proposta representa o seu esforço máximo de implantação nas duas etapas iniciais do processo.

Como ainda está pendente a proposta da ECT de inclusão de novas unidades para a terceira etapa, o ministro Fernando Eizo Ono, relator do dissídio, adiou a audiência de conciliação até a apresentação dessa proposta. Eizo Ono ressaltou a importância de um esforço conjunto das duas partes para a implantação da entrega matutina porque se trata de medida de proteção à saúde do trabalhador, que sofre as consequências maiores de exposição ao sol no turno vespertino.

Estiveram presentes na audiência de conciliação a Federação Nacional dos Trabalhadores de Correios e Telégrafo e Similares (Fentect) e a Federação Interestadual dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras dos Correios (Findect).

Essa foi a segunda audiência do dissídio coletivo. A primeira foi no dia 26 de fevereiro, quando a ECT ficou de apresentar a proposta analisada nesta quinta-feira.

(Augusto Fontenele/CF)

Processo:  DCG-2-23.2015.5.00.0000

O TST possui oito Turmas julgadoras, cada uma composta por três ministros, com a atribuição de analisar recursos de revista, agravos, agravos de instrumento, agravos regimentais e recursos ordinários em ação cautelar. Das decisões das Turmas, a parte ainda pode, em alguns casos, recorrer à Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SBDI-1).

Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida à reprodução mediante citação da fonte.
Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
imprensa@tst.jus.br
Inscrição no Canal Youtube do TST

Média (0 Votos)