Banner rotativo 33

Executômetro - 2019

Documento sem título
0,00
9.269
R$ 594.727.554,67
830
R$ 136.885.498,52
40.512
R$ 225.177.498,76
TRT's de Grande Porte – 1º Lugar: TRT 15ª Região (Campinas/SP) , 2º Lugar: TRT 3ª Região (MG) , 3º Lugar: TRT 1ª Região (RJ) --------- TRT's de Médio Porte – 1º Lugar: TRT 5ª Região (BA) , 2º Lugar: TRT 10ª Região (DF e TO) , 3º Lugar: TRT 6ª Região (PE) --------- TRT's de Pequeno Porte – 1º Lugar: TRT 24ª Região (MS) , 2º Lugar: TRT 21 Região (RN) , 3º Lugar: TRT 19ª Região (AL)      

Espaço

 

Vídeo

Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null TRT da 11ª Região (AM/RR) realizará leilão de imóvel avaliado em R$ 35 milhões no dia 19 de dezembro

(05/12/2019)

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região (AM/RR) realizará, dia 19 de dezembro, às 9h30, leilão público extraordinário para a venda de um imóvel penhorado da empresa Itautinga Agro Industrial S/A, cujo total de avaliação alcança R$35 milhões. O bem que vai a leilão é um porto construído e aparelhado para atender barcos e armazenar cargas pesadas e materiais para a produção de cimento, localizado na Rua Desembargador César do Rego, Colônia Antônio Aleixo – Manaus (AM), com uma área de 87.000,00m².

O valor arrecadado será usado para pagar 184 empregados que aguardam receber os créditos trabalhistas reconhecidos pela Justiça do Trabalho, em processos que já estão na fase de execução, isto é, quando já houve condenação, mas o devedor não cumpriu a decisão judicial.

O leilão presencial ocorrerá no Fórum Trabalhista de Manaus Ministro Mozart Victor Russomano, localizado na Rua Ferreira Pena, nº 546, 9º andar, Centro, Manaus (AM), contato: (92) 3627-2064. Na modalidade eletrônica, o leilão ocorrerá no site Amazonas Leilões.

R$ 18 milhões em dívidas

A empresa Itautinga Agro Industrial está entre as grandes devedoras da Justiça do Trabalho, possuindo mais de 18 milhões em dívidas trabalhistas com processos em execução reunidos no Núcleo de Apoio à Execução e Cooperação Judiciária (NAE-CJ) do TRT. De acordo com o juiz coordenador da seção de hastas públicas, em substituição, Daniel Carvalho Martins, o leilão extraordinário tem como objetivo da uma resposta aos trabalhadores que aguardam receber os créditos trabalhistas reconhecidos pela Justiça do Trabalho.

Visita ao bem

O bem pode ser visitado antes do dia marcado para o leilão, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Os interessados poderão, ainda, ter acesso às fotos do imóvel por meio do portal do TRT e do site Amazonas Leilões.

Quem pode arrematar

Todas as pessoas físicas que estiverem na livre administração de seus bens e todas as pessoas jurídicas regularmente constituídas podem fazer lance. A identificação e cadastro dos lançadores se darão das seguintes formas:

Na modalidade presencial ocorrerá em até 1h de antecedência, antes do horário marcado para início da realização da hasta pública, através de documento oficial de identidade e do comprovante endereço. Na modalidade eletrônica o interessado, pessoa física ou jurídica, deverá se cadastrar antecipadamente no site do leiloeiro.

As pessoas jurídicas serão representadas por seus responsáveis legais, devendo ser apresentados comprovantes de Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ) e cópia dos atos estatutários atualizados.

Condições da arrematação

O arrematante deve pagar sinal de 25% no ato da arrematação, além da comissão de 5% do leiloeiro, com acréscimo de 1% se tiver havido remoção do bem para depósito. O valor restante deverá ser pago em até 24h, diretamente na agência bancária autorizada, através de guia emitida na ocasião. Quem desistir da arrematação, não efetuar o depósito do saldo remanescente, sustar cheques ou emiti-los sem fundos, perderá o sinal dado em garantia da execução, sendo automaticamente excluído do cadastro de arrematantes pelo prazo de três anos, além de poder ser responsabilizado penalmente.

Acesse aqui o edital.

Fonte: TRT da 11ª Região (AM/RR)