Banner rotativo 33

Executômetro - 2021

0,00
7.043
R$ 387.183.917,02
358
R$ 107.689.136,49
TRT's de Grande Porte – 1º Lugar: TRT 15ª Região (Campinas) , 2º Lugar: TRT 2ª Região (São Paulo) , 3º Lugar: TRT 4ª Região (RS) --------- TRT's de Médio Porte – 1º Lugar: TRT 10ª Região (DF/TO) , 2º Lugar: TRT 9ª Região (PR) , 3º Lugar: TRT 5ª Região (BA) --------- TRT's de Pequeno Porte – 1º Lugar: TRT 24ª Região (MS) , 2º Lugar: TRT 22ª Região (PI) , 3º Lugar: TRT 13ª Região (PB)      
58.938

Espaço

 

Vídeo

Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null TRT da 8ª Região (PA/AP) realiza 50 audiências voltados para pagamento de precatórios

Audiências integraram a programação da Semana Nacional de Conciliação e Execução Trabalhista para agilizar o processo de quitação.

24/09/2021 - Marabá, Bannach, Paragominas e Salinópolis são alguns dos municípios paraenses que tiveram representantes participaram das audiências realizadas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (PA/AP) no decorrer desta Semana Nacional de Conciliação e Execução Trabalhista, realizada no período de 20 a 24 de setembro. Até esta sexta-feira, 24, em torno de 50 audiências serão realizadas com objetivo de tentar, pela via de conciliação, a quitação dos  valores vencidos e vincendos de todos os municípios dos Estados do Amapá e Pará, integrantes do Regime Geral de Precatórios, observando a lista de ordem cronológica do acervo.

Segundo a chefe da Divisão de Precatórios do TRT, Daniela Chamma Farias de Souza, a presidência do TRT, “além de agilizar a quitação dos precatórios, pretende atender a recomendação recebida durante a Correição Ordinária, realizada em junho pelo Tribunal Superior do Trabalho”, explica.

As audiências são realizadas no formato virtual, e ocorrem diariamente, no horário de 10h até às 16h. “Até hoje, quarta-feira, tivemos registro de poucas ausências e estamos tentando fazer a negociação nos moldes apresentados pelos municípios, ou, quando um município não apresenta uma proposta, a presidência do TRT apresenta uma proposta conciliatória. Para garantir o pagamento dos precatórios, esse ano estamos tentando adotar um modelo de assinatura de convênios de repasse de verbas, e que o pagamento seja feito em débito automático”, detalha.

Fonte: TRT da 8ª Região (PA/AP)