Banner rotativo 33

Executômetro - 2020

0,00
7.514
R$ 340.078.690,61
518
R$ 112.522.677,89
0
R$ 0,00
TRT's de Grande Porte – 1º Lugar: TRT 2ª Região (SP) , 2º Lugar: TRT 15ª Região (Campinas/SP) , 3º Lugar: TRT 1ª Região (RJ) --------- TRT's de Médio Porte – 1º Lugar: TRT 5ª Região (BA) , 2º Lugar: TRT 9ª Região (PR) , 3º Lugar: TRT 10ª Região (DF/TO) --------- TRT's de Pequeno Porte – 1º Lugar: TRT 24ª Região (MS) , 2º Lugar: TRT 21ª Região (RN) , 3º Lugar: TRT 17ª Região (ES)      

Espaço

 

Vídeo

Banner fixo lateral

Publicador de Conteúdos e Mídias

null TRT da 21ª Região (RN) registra recorde em arrecadação com leilão virtual

O valor total foi de R$ 2.624.622,55, que será utilizado para o pagamento de dívidas trabalhistas e previdenciárias.

26/03/21 - Aconteceu, nesta quinta-feira (25), o primeiro leilão virtual do ano de 2021 realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (RN), que registrou um recorde em arrecadação. O valor total foi de R$ 2.624.622,55, que será utilizado para o pagamento de dívidas trabalhistas e previdenciárias.

Sob a coordenação do juiz Cacio Oliveira Manoel, durante as quatro horas de realização, o evento contou com 201 participantes on-line, que disputaram e arremataram 29 dos cinquenta lotes de bens penhorados pelas Varas do Trabalho de Natal e do interior do Estado.

Entre os bens arrematados, o destaque foi um imóvel situado no bairro do Planalto, em Natal, medindo 2 mil m², com 947,91m² de área construída. O lote foi arrematado por um milhão e dez mil reais, após uma disputa com mais de 100 lances.

Foram ainda arrematados outros imóveis na capital e também no interior do estado, além de veículos automotores, equipamentos de informática, móveis e até tanques berçários utilizados na criação de camarões.

“O expressivo resultado obtido neste leilão mostra que a sistemática do leilão virtual está consolidada como instrumento de efetividade do ato, conferindo eficácia à execução”, avaliou a desembargadora Maria do Perpétuo Socorro Wanderley de Castro, presidente do Tribunal.

Esta foi a 5ª edição do leilão exclusivamente virtual do TRT. A impossibilidade de lances presenciais foi motivada pela continuidade do isolamento social, em razão da Covid-19.

Fonte: TRT da 21ª Região (RN)