Boas práticas

A cada ano, milhares de processos trabalhistas, em fase de execução da sentença, são solucionados e os trabalhadores conseguem finalmente receber os valores que lhe eram devidos.

Em 2015, foram arrecadados mais de R$ 691 milhões para o pagamento de dívidas trabalhistas.

 

No balanço final da Semana Nacional da Execução Trabalhista em 2014 R$ 762 milhões arrecadados para os pagamentos de dívidas trabalhistas, beneficiando mais de 80 mil pessoas. Deste total, R$ 509 milhões foram recolhidos por meio de acordos, R$ 52 milhões por meio de leilões e R$ 201 milhões por meio de bloqueios do BacenJud. Foram realizadas mais de 30 mil audiências e promovidos cerca de  13 mil acordos.

Somente em 2013, a Semana Nacional da Execução Trabalhista realizou 937 leilões e 23.824 audiências, o que resultou no pagamento de R$ 647 milhões em dívidas trabalhistas, sendo R$ 266 milhões provenientes de acordos, R$ 138 milhões advindos de leilões e R$ 241 milhões pagos por meio de bloqueios do BacenJud. 

Entretanto, ainda há uma elevada taxa de congestionamento na execução. Nesse sentido, este espaço destina-se a reunir, divulgar e fomentar as boas práticas em execução trabalhista realizadas nas Varas do Trabalho eTribunais Regionais do Trabalho de todo o país.