Galeria de Ex-Corregedores

null 04 - Ministro Júlio de Carvalho Barata


Júlio de Carvalho Barata

 

Data de nascimento:

  • 8 de fevereiro de 1905

Naturalidade:

  • Manaus - AM

Formação Acadêmica:

  • Graduado e Mestre em Letras no Colégio Estanislau Kostka (SP) – Graduação e Doutorado pela Universidade do Estado da Guanabara (atual UERJ);
  • Graduado e Mestre em Filosofia no Colégio Máximo Anchieta, em Nova Friburgo;
  • Graduado em Direito pela Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais.

Principais Atividades Exercidas

Magistratura:

  • Tomou posse como Ministro do Tribunal Superior do Trabalho no dia 17 de setembro de 1946;
  • Vice-Presidente do TST, de 04 de junho de 1958 a 03 de janeiro de 1960;
  • Presidente do TST, de 1960 a 1962 e de 1962 a 1964;
  • Corregedor-Geral da Justiça do Trabalho, de 4 de novembro de 1964 a 14 de dezembro de 1966; 
  • Presidente da Comissão encarregada de promover a construção da sede do Tribunal Superior do Trabalho em Brasília (1964);
  • Membro da Comissão de Regimento Interno, no biênio 1964 a 1966;
  • Presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros, no biênio de 1965 a 1967;
  • Membro permanente da Comissão de Direito Constitucional da União Internacional dos Magistrados (1967);
  • Ministro do Trabalho e Previdência Social em 1972, no governo do Presidente Emilio Garrastazu Médici.

Magistério:

  • Docente de Filosofia e de Latim no Colégio Pedro II, de 1938 a 1940;
  • Catedrático em Lógica pela Universidade do Estado da Guanabara, em 1963.

Outros:

  • Trabalhou no Ministério da Agricultura como intérprete da Intendência de Imigração, de 1926 a 1930;
  • Diretor do "Jornal do Comércio" de Santos, de 1929 a 1931;
  • Diretor do jornal carioca "A Batalha", entre 1932 e 1940;
  • Diretor da Divisão de Radiodifusão do extinto Departamento de Imprensa e Propaganda, de 1940 a 1942;
  • Chefe da Seção Brasileira do "Coordinator of Inter-American Affairs", nos Estados Unidos, de 1942 a 1944.

Medalhas e Comendas:

  • Ordem do Mérito Jurídico Militar, no grau de Alta Distinção;
  • Comenda da Ordem da Coroa da Itália;
  • Medalha Clovis Bevilaqua;
  • Grã-Cruz da Ordem do Mérito Industrial;
  • Medalha da Justiça, conferida pela Associação dos Magistrados Brasileiros;
  • Medalha de Ouro de Mérito e Trabalho; 
  • Grã-Cruz do Mérito Judiciário (1964);
  • Promovido na Ordem do Mérito do Trabalho ao grau de "Grande Mérito", em 1965.
Inscrição no Canal Youtube do TST

Gestor - Corregedoria


Conteúdo de Responsabilidade da CGJT - Corregedoria-Geral da Justiça do Trabalho

Email: secg@tst.jus.br
Telefone Secretaria: (61) 3043-3776 e 3043-4135