Aviso de Pauta

null Modelos de Justiça do Trabalho no mundo são tema central de encontro internacional no TST


O encontro trará magistrados trabalhistas de países como Alemanha, Uruguai, França e Holanda.

Magistrados de diversos países estarão em Brasília nesta semana para debater, juntamente com juízes, procuradores e advogados brasileiros, os modelos de Justiça do Trabalho existentes no mundo e a importância de um ramo especializado na aplicação do Direito do Trabalho. As discussões ocorrerão no contexto do Encontro Internacional de Juízes de Cortes Trabalhistas, que começa nesta quarta-feira (21), às 18h, e prossegue até sexta (23).

O evento será realizado no auditório principal do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e vai tratar ainda do acesso à Justiça em causas que envolvem as relações de trabalho e da experiência estrangeira como parâmetro para a aferição da contemporaneidade da Reforma trabalhista brasileira.

O Encontro é idealizado pelo Colégio de Presidentes e Corregedores de Tribunais Regionais do Trabalho (Coleprecor) e realizado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat), com o apoio do TST.

Modelos

Entre os palestrantes internacionais estão Sebastian Roloff, magistrado do Tribunal Superior do Trabalho da Alemanha; Alain Lacabarats, magistrado do Conselho Superior da Magistratura da França; Gerrard Boot, juiz do trabalho na Holanda e secretário-geral da Associação Europeia de Juízes de Cortes Trabalhistas; Silvia Esther Pinto Varella, magistrada da Câmara Nacional de Apelações Trabalhistas da Argentina; e María Rosina Rossi Albert, ministra do Tribunal de Apelações do Trabalho do Uruguai.

Ao todo, são esperados cerca de 700 participantes. Entre eles estão juízes, desembargadores e ministros da Justiça do Trabalho e procuradores e advogados trabalhistas, além da sociedade em geral.

Abertura

A abertura será feita pelo presidente do TST e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Brito Pereira. A palestra inaugural, com o tema “100 anos da Organização Internacional do Trabalho: a importância de uma Justiça do Trabalho efetiva”, será proferida pela ministra do Tribunal de Apelações do Trabalho do Uruguai María Rossi.

A programação conta, ainda, com palestras dos ministros do TST Maria Cristina Peduzzi e Mauricio Godinho Delgado, do desembargador Manoel Carlos Toledo Filho (TRT da 15ª Região), dos procuradores do trabalho Cássio Casagrande e Rodrigo de Lacerda Carelli e do advogado e professor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo Estevão Mallet.

Mais informações podem ser consultadas no site oficial do evento www.encontrointernacionaljt.com.

Inscrição no Canal Youtube do TST