Prêmio de Jornalismo

Banner

Aviso de Pauta

Sala de

Publicador de Conteúdos e Mídias

Atendimento aos Jornalistas
Pedidos de informação e entrevistas podem ser feitos diretamente à Coordenadoria de Editoria e Imprensa (CEIM) pelo telefone (61) 3043-4907 ou pelo email secom@tst.jus.br

Avisos de Pauta
Os jornalistas que quiserem se cadastrar para recebimento de releases e comunicados por email podem preencher formulário disponível aqui.

Lista de Transmissão
Também é possível solicitar inclusão de número de telefone móvel na lista de transmissão criada para envio de informações à imprensa por WhatsApp. (Cadastre seu telefone)

Fotografia
A SECOM faz registros fotográficos diários das sessões de julgamento, eventos e reuniões. As fotos relativas a eventos públicos são disponibilizadas no Flickr. Também é possível acompanhar os cliques pelo Instagram.

Redes Sociais
Todas as notícias publicadas no portal do TST também são divulgadas no Facebook e Twitter. Para acompanhar, basta curtir ou seguir os perfis.

Sessões ao Vivo
Todas as sessões de julgamento do TST são filmadas e transmitidas ao vivo pelo site do TST, podendo qualquer interessado assistir em tempo real. Os julgamentos das Sessões do Tribunal Pleno e do Orgão Especial também são transmitidos pelo canal do TST no Youtube.

Televisão
A Coordenadoria de Rádio e TV (CRTV) produz dois programas de televisão com conteúdos relacionados ao Direito do Trabalho - Revista TST e Jornada. As produções são exibidas semanalmente pela TV Justiça, mas emissoras públicas e comunitárias que tiverem interesse em veicular os programas podem firmar termo de parceria. Clique aqui.

Rádio
O TST produz boletins e reportagens de rádio, veiculadas na Rádio Justiça, e disponibilizadas no site para utilização também por emissoras públicas e comunitárias. Emissoras interessadas em receber material em áudio, podem se cadastrar aqui.

O foco foi a manutenção da prestação jurisdicional e a garantia da saúde de todos.

Máscara facial branca em fundo azul.

Máscara facial branca em fundo azul.

13/07/20 - Nos mais de três meses de isolamento social, o Tribunal Superior do Trabalho (TST) tem adotado diversas medidas para contingenciar a crise sanitária e proporcionar à sociedade a continuidade do acesso à Justiça. Confira a seguir as ações que já foram implementadas durante o período da pandemia.

Prestação jurisdicional

Ainda em março, Tribunal suspendeu os serviços presenciais e instituiu o teletrabalho como medida de prevenção ao contágio do coronavírus. Contudo, a prestação jurisdicional foi mantida e verificaram-se ganhos de eficiência: o Tribunal encerrou o primeiro semestre com aumento de 2% no número de processos julgados e de 12% no volume de julgamentos em sessão, em comparação com o mesmo período de 2019. 

Para dar continuidade aos julgamentos, utilizou-se o sistema do Plenário Virtual e foram regulamentadas as sessões telepresenciais para todos os órgãos julgadores, com transmissão em tempo real pelo canal do Tribunal no YouTube. “O TST e a Justiça do Trabalho estão buscando implementar sua atividade-fim da melhor forma possível”, afirma a presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi. “Todos os atos e as iniciativas adotados pelo Tribunal buscam garantir a eficiência e a celeridade na prestação jurisdicional”.  

Recentemente, o Tribunal criou uma comissão técnica para elaborar um plano de implementação da retomada gradual dos serviços presenciais. Enquanto isso, continua em vigor o protocolo para a prestação presencial mínima de serviços no TST, com a obrigatoriedade de uso de máscara facial e a instalação de dispensadores de álcool 70% em todas as guaritas, portarias e guichês de atendimento. 

Transparência e informação

Como medida de transparência, o Tribunal incluiu, na página inicial do Portal do TST, o ícone “Covid-19: Atos e produtividade”, que reúne os números semanais de processos julgados, decisões interlocutórias, despachos e atos de secretaria durante a pandemia. A página também agrega as liminares deferidas sobre o tema, os atos e as recomendações editados e as notícias relacionadas ao tema publicadas.

Todas as decisões e regulamentações relacionadas ao coronavírus são divulgadas por meio de notícias no site do TST. As decisões judiciais sobre relações de trabalho e a pandemia também são veiculadas na Rádio TST e na TV TST.

Uma página reúne todas as informações sobre as sessões telepresenciais, com pautas, atos relacionados, orientações de uso, meio de contato e uma área de respostas às perguntas mais frequentes. É possível encontrar vídeos com tutoriais do sistema Cisco Meetings, utilizado nas sessões.

Para marcar o mês e o Dia do Trabalho (1º de maio), a direção do TST promoveu três transmissões ao vivo (lives) com a ministra Cristina Peduzzi (O papel da Justiça do Trabalho durante a pandemia) e os ministros Vieira de Mello Filho, vice-presidente (A importância da conciliação e mediação em tempos de crise) e Aloysio Corrêa da Veiga, corregedor-geral da Justiça do Trabalho (O funcionamento da Justiça durante o isolamento social). O Programa Trabalho Seguro também promoveu uma live para debater as singularidades da pandemia e a importância da saúde e da segurança no trabalho neste momento.

Gestão de pessoas e saúde

Algumas iniciativas internas também foram adotadas para resguardar a saúde dos servidores e dos magistrados. Ainda em março, foi instituída a Comissão de Operações de Emergência em Saúde (Ato GDGSET.GP. 122/2020), composta por profissionais da saúde do Tribunal, para propor medidas preventivas e de gerenciamento do enfrentamento do coronavírus. 
Em abril, a campanha de vacinação contra gripe imunizou mais de três mil pessoas, entre magistrados, servidores, estagiários e prestadores de serviço. Para evitar aglomeração, a vacinação foi feita pelo sistema de drive-thru.

O programa de saúde do TST está cobrindo a realização de exame para detectar a infecção por Covid-19 quando há indicação médica, com a coleta domiciliar do material biológico. Também autorizou os pedidos de exame por meio digital e flexibilizou os reembolsos de consultas de psicoterapia.

O programa TST em Movimento está promovendo aulas de ginástica laboral, com ênfase em diferentes regiões do corpo, e de ginástica residencial online, pela plataforma Google Meets.  

Em relação à saúde mental, a Secretaria de Saúde do Tribunal lançou uma pesquisa para avaliar como os servidores estão reagindo emocionalmente à pandemia e, com com base nos resultados, vai desenvolver ações de auxílio no enfrentamento desse momento. Também foi montada uma equipe de trabalho composta por uma psiquiatra, uma psicóloga e uma assistente social, com o objetivo de oferecer suporte psicossocial aos servidores. 

(VC//CF)

 

Primeira etapa observa medidas de prevenção para o retorno gradual e seguro das atividades.

Imagem de uma máscara com a frase

Imagem de uma máscara com a frase "Seu melhor traje de trabalho é a prevenção"

20/10/20 - O Tribunal Superior do Trabalho implementará, a partir de 3/11, a etapa preliminar de retorno ao trabalho presencial, observadas as ações de prevenção ao contágio pela Covid-19. A medida foi divulgada nesta segunda-feira (19) no Ato Conjunto 398/2020, assinado pela presidente do TST, ministra Maria Cristina Peduzzi, pelo vice-presidente, ministro Vieira de Mello Filho, e pelo corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro Aloysio Corrêa da Veiga.

A primeira etapa não contempla a abertura ao público externo. O momento inicial da retomada alcança os servidores que atuam nos gabinetes dos ministros e nas atividades consideradas essenciais. Persiste a prestação de serviços por meio remoto, assegurando-se que, no máximo, 30% dos servidores, prestadores de serviço e colaboradores exerçam as atividades presencialmente nesses setores. O documento prevê a divisão de equipes fixas, em turnos de trabalho distintos, com sistema de rodízio.

As unidades que estiverem exercendo as atividades de forma remota sem prejuízo da produtividade poderão continuar trabalhando por esse meio. Servidores e colaboradores com 60 anos ou mais, gestantes, portadores de doenças respiratórias crônicas ou de outras enfermidades que os tornem vulneráveis à Covid-19 ou ainda com filhos menores em idade escolar, enquanto não autorizado o retorno das atividades letivas, permanecerão em teletrabalho.

As sessões de julgamento, na etapa preliminar, continuarão sendo realizadas por meio telepresencial. 

Medidas de segurança

Para garantir as recomendações da Organização Mundial de Saúde e, assim, a observância de critérios epidemiológicos que assegurem transição segura ao restabelecimento gradual do trabalho presencial, a Comissão de Apoio para Retorno Gradual ao Trabalho Presencial, formada por ministros, profissionais da saúde e representantes da Administração do TST, implementou uma série de medidas. Entre elas, está o uso de máscaras em todas as dependências do Tribunal e a aferição da temperatura corporal. O uso do ponto eletrônico foi dispensado, e o uso dos elevadores fica restrito a quatro pessoas. O presente Ato dá cumprimento ao Ato Conjunto GP.GVP.CGJT 316, de 4 de agosto de 2020, que disciplina e detalha todas as medidas e fases que serão adotadas.

Campanha interna

A Presidência do TST também preparou, em parceria com a Secretaria de Comunicação Social, peças gráficas de conscientização do público interno. A campanha “Seu melhor traje de trabalho é a prevenção” inclui recomendações de segurança de acordo com cada ambiente do TST.
 

Sala de Impresa - Rodapé


 

Glossário

Dúvidas Frequentes